Viabilidade econômica de duas hortas hidropônicas na área urbana da cidade de São Paulo

  • Erico Murilo Gozzi
  • Michel Augusto Santana Paixão
Palavras-chave: alface, ambiente urbano, fazenda vertical, fluxo de caixa, hortaliças

Resumo

A hidroponia, por não fazer uso do solo, permite maior flexibilidade na localização da horta, característica importante considerando-se os desafios de se alimentar uma população crescente que deve chegar a 9 bilhões de habitantes em 2050. O desafio dessa nova realidade é aproximar os produtores, atualmente na zona rural, dos consumidores dos grandes centros urbanos. O objetivo foi verificar a viabilidade econômica de dois projetos de horta de alface hidropônica no ambiente urbano da cidade de SP. O primeiro projeto considerou a construção de uma horta hidropônica com iluminação natural em um terreno localizado em um bairro centralizado da zona norte da cidade de São Paulo. O projeto previu a construção das bancadas dentro de uma estufa, ambos orçados no projeto. O segundo projeto considerou o cultivo das alfaces em galpão com iluminação artificial em LED e vários andares de cultivo. As diferenças entre os projetos permitiram a comparação dos impactos de inclusão das tecnologias utilizadas em fazendas virtuais no resultado financeiro das hortas. O estudo iniciou com a definição da localização das hortas, seguido da elaboração do fluxo de caixa, e do cálculo de indicadores de desempenho. Foram calculados os indicadores de Valor Presente Líquido [VPL], Taxa Interna de Retorno [TIR] e payback descontado. Foi também realizada uma análise para verificação do impacto da inclusão de novos andares na horta vertical. Por fim, verificou-se que o projeto de hidroponia com iluminação artificial, apesar da pequena área da edificação considerada, é viável para implantação em ambiente urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Erico Murilo Gozzi
Possui graduação em Sistema de Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho(2001), especialização em Engenharia de Software pela Universidade Estadual de Campinas(2001) e mestrado em Ciências da Computação pela Universidade de São Paulo(2007). Atualmente é Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Métodos Computacionais de Otimização.
Michel Augusto Santana Paixão
Mestre em economia aplicada pela ESALQ/USP, e graduado pela universidade Júlio de Mesquita Filho, possui experiência na área de história do pensamento econômico, e economia internacional, especialmente em energias renováveis e bens ambientais. Atualmente é doutorando em Economia Aplicada pela ESALQ/USP

Referências

Banco Central do Brasil [BCB]. 2016. Fócus – Relatório de mercado. Disponível em: <https://www.bcb.gov.br/pec/GCI/PORT/readout/R20161028.pdf>. Acesso em: 04 nov. 2016.

Brasil. 2006. Lei Complementar No 123 de 14 de dezembro de 2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp123.htm>. Acesso em: 05 nov. 2016.

Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados [SEADE]. 2016. Projeções Populacionais. Disponível em: <http://produtos.seade.gov.br/produtos/projpop/index.php>. Acesso em: 05 nov. 2016.

Departamento Nacional de Trânsito [DENATRAN]. 2016. Frota de Veículos – 2016. Disponível em: <http://www.denatran.gov.br/images/Estatistica/RENAVAM/2016/Dezembro/Frota_por_Municipio_e_Tipo-DEZ_16.xlsx>. Acesso em: 16 jun. 2017.

HF Brasil. 2016. Preços Médios dos Hortifrutícolas. Disponível em: <http://www.hfbrasil.org.br/br/banco-de-dados-precos-medios-dos-hortifruticolas.aspx>. Acesso em: 04 nov. 2016.

Fonseca, J.W.F. 2012. Elaboração e análise de projetos: a viabilidade econômico-financeira. Editora Atlas, São Paulo, SP, Brasil.

Kozai, T.; Niu, G.; Takagaki, M. 2014. Plant factory: an indoor vertical farming system for eficient quality food production. Elsevier, London, UK.

Organização das Nações Unidas [ONU]. 2017. World Population Prospects: The 2017 Revision. Disponível em: <https://esa.un.org/unpd/wpp/>. Acesso em: 04 nov. 2017.

Prefeitura de São Paulo. 2016. Dados demográficos dos distritos pertencentes às subprefeituras. Disponível em: <http://www.capital.sp.gov.br/portal/>. Acesso em: 05 nov. 2016.

Resh, H.M. 2013. Hidroponic food production. CRC Press, Boca Raton, FW, US.

Secretaria da Receita Federal do Brasil [SRFB]. 2016. Tabela de depreciação. Disponível em: <http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/empresa>. Acessado em: 05 nov. 2016.

Secretaria da Receita Federal do Brasil [SRFB]. 2016. Tabela de depreciação. Disponível em: <http://idg.receita.fazenda.gov.br/interface/empresa>. Acessado em: 05 nov. 2016.

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas [SEBRAE]. 2016. Como montar uma hidroponia. Disponível em: <https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ideias/como-montar-uma-hidroponia>. Acesso em: 05 nov. 2016.

Souza, A.; Clemente, A. 2008. Decisões financeiras e análise de investimentos: fundamentos, técnicas e aplicações. Editora Atlas, São Paulo, SP, Brasil.

Publicado
12-12-2017
Como Citar
Gozzi, E., & Paixão, M. (2017). Viabilidade econômica de duas hortas hidropônicas na área urbana da cidade de São Paulo. Revista IPecege, 3(4), 12-21. https://doi.org/10.22167/r.ipecege.2017.4.12
Seção
Artigo Original - Agronegócio