Análise das características para a formação de líderes em uma gestão estratégica

Juliana Rampazzo Nunes, Edson Pereira da Mota

Resumo


A formação de líderes visa suprir a necessidade de pessoas capacitadas, integradas e fiéis ao planejamento e a visão propostas em uma gestão estratégica. O sucesso das organizações deve-se ao capital humano, o que requer investimentos e atenção nesse quesito. A identificação das características inerentes aos líderes foi realizada por meio de questionário online com 100 pessoas de maneira aleatória. Dividiu-se em perguntas específicas para líderes e liderados a fim de analisar os perfis existentes dos atuais líderes e, desejados pelos liderados. As opiniões separadas por gêneros também foram averiguadas. Evidenciou-se, com os resultados, a importância da formação de líderes internos, visto que é essencial o conhecimento e experiência na área que atuam. O desenvolvimento dos funcionários com potencial para futuros líderes atende a essa demanda, pois possuem a experiência na organização e através do investimento em cursos de aperfeiçoamento, aumentará o conhecimento. Salientou-se a conscientização dos líderes atuais para formarem esses novos líderes, principalmente analisando o perfil, direcionando-os e motivando-os. O fato de o líder ser firme e seguro em suas decisões destacou-se entre os liderados, dado que por meio dessa característica, a integridade, responsabilidade e confiabilidade são geradas, as quais foram as mais elencadas na pesquisa. As maiores diferenças entre gêneros foram as líderes mulheres se declararem mais atenciosas com seus liderados, responsáveis e íntegras, enquanto os líderes homens classificaram-se mais inovadores. As lideradas mulheres consideraram mais o líder responsável e que cuida da equipe enquanto os liderados homens valorizaram mais o fato do líder ser imparcial.

Palavras-chave


capital humano; gestão de pessoa; liderança

Texto completo:

PDF

Referências


Adair, J. 2000. Como tornar-se um líder. São Paulo: Nobel. 55p.

Avis, W. 1989. Atreva-se a ser líder: os segredos do sucesso empresarial. São Paulo: Editora Maltese. 232p.

Bass, B. 1985. Leadership and performance beyond expectations. New York: The Free Press. 191p.

Bergamini, C.W. 2002. O líder eficaz. São Paulo: Atlas. 192p.

Burchell, M.; Robin, J. 2012. A melhor empresa para trabalhar: como construí-la, como mantê-la e porque isso é importante. Porto Alegre: Editora Grupo A. 232p.

Burns, J.M. 1979. Leadership. New York: Harper & Raw Publishers. 530p.

Carvalho, M.T. 2000. Mulheres líderes de gestão: Um estudo de caso. Braga: Escola de Economia e Gestão, Universidade do Minho.

Chiavenatto, I. 2004. Administração nos novos tempos. Rio de Janeiro: Elsevier. 619p.

Costa, E.A. 2007. Gestão estratégica: da empresa que temos para a empresa que queremos. São Paulo: Saraiva. 424p.

Cusins, P. 2003. Gerente de sucesso: liderança e eficácia. São Paulo: Clio Editora. 111p.

Diffenderffer, B. 2006. O líder samurai: liderando com a coragem, a integridade e a honra do Código Samurai. Rio de Janeiro: Elsevier. 190p.

Drucker, P.F. 1967. O gerente Eficaz. Rio de Janeiro: Zahar Editores. 184p.

Engen, M.J.; Leeden, R.; Willensen, T. 2001. Gender, context and leadership styles: a field study. Journal of Occupational and Organizational Psychology. 74: 581-598.

Gerhardt, T.E.; Silveira, D.T. 2009. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS. 120p.

Giffin, K. 2005. A inserção dos homens nos estudos de gênero: contribuições de um sujeito histórico. Ciência & Saúde Coletiva 10: 47-57.

Gil, A.C. 2002. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas. 175p.

Gil, E. 2003. A nova gerência. Rio de Janeiro: Alta Books. 104p.

Ibarra, H.; Ronin, E., Kolb, D. 2013. Women Rising: The Unseen Barriers Persistent. Harvard Business Review: 1-8

Jennings, K.; Stahl-Wert, J. 2006. Líder a serviço. Rio de Janeiro: Best Seller. 155p.

Maxwell, J.C. 2008. O livro de ouro da liderança: o maior treinador de líderes da atualidade apresenta as grandes lições de liderança que aprendeu na vida. Rio de Janeiro: Thomas Nelson Brasil. 266p.

Maxwell, J.C. 2010. Liderança: inspiração para cada dia do ano. Tradução Jurandy Bravo. São Paulo: Editora Vida. 400p.

Maxwell, J.C.; Parrot, L. 2007. 25 maneiras de valorizar as pessoas: como fazer todos à sua volta se sentirem especiais. Rio de Janeiro: Sextante. 153p.

Maxwell, J.C. 2000. 21 indispensáveis qualidades de um líder. São Paulo: Mundo Cristão. 135p.

Mcshane, S.L.; Von Glinow, M.A. 2014. Comportamento Organizacional. New York: Editora McGraw-Hill. 552p.

Moller, M.A.B.; Gomes, J.F.S. 2010. Quid Vincit? O impacto da liderança feminina na implicação organizacional. Análise Psicológica 28: 683-697.

Mussi, M.A.T. 2004. Aparência física no trabalho – uma questão contemporânea para a ergonomia. 180p. (Doutorado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. Disponível em: . Acesso em 01 de set. 2014.

Oliveira, S. 2010. Geração Y – O Nascimento de uma nova versão de líderes. São Paulo: Integrare

O`toole, J.; Goleman, D.; Bennis, W.; Biederman, P.W. 2008. Transparência - como criar uma cultura de valores essenciais nas organizações. Rio de Janeiro: Elsevier. 197p.

Posner, B.Z. 2012. Credibilidade: o que os líderes devem fazer para conquista-la e evitar sua perda. Rio de Janeiro: Elsevier. 264p.

Rego, A.; Pina e Cunha, M.; Wood Jr, T. 2013. Pequeno livro das virtudes para grandes líderes: 15 qualidades essenciais à sua carreira. São Paulo: Editora Da Boa Prosa. 144p.

Santos, M.; Migueles, C.; Zanini, M.T. 2014. A ponta da lança, intangíveis em equipes de alto desempenho. Rio de Janeiro: Elsevier. 248p.

Smith, L.; Sandstrom, J. 1999. ‘Executive leader coaching as a strategic activity’ Strategy Leadership 27(6): 33-36.

Tavares, M. C. 2000. Gestão Estratégica. São Paulo: Atlas. 398p.

Teixeira, S. 2001. A gestão das organizações. Amadora: Editora McGraw-Hill. 314p.

Tejon, J.L. 2006. Liderança para fazer acontecer. São Paulo: Editora Gente. 208p.

Terra, J.C. 2012. 10 dimensões da gestão da inovação: uma abordagem para a transformação organizacional. Rio de Janeiro: Elsevier.313p.

The Economist Newspaper Ltd. 2000. Vanity. London. Disponível em . Acesso em: 01 set. 2014.

Turner, C. 2008. Hillary Clinton and the Double Bind. Consultado em Março, 7, 2009, em http://www.athenagroup.biz/PDFs/Double_Bind_Article_7-08.pdf

Ulrich, D.; Ulrich, W. 2001. Porque Trabalhamos: Como Grandes Líderes Constroem Organizações Comprometidas que Vencem. Porto Alegre: Editora Bookman. 235p.




DOI: https://doi.org/10.22167/r.ipecege.2015.3-4.93

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Juliana Rampazzo Nunes, Edson Pereira da Mota

Rev iPecege, Piracicaba, SP, Brasil. e-ISSN 2359-5078

 Licença Creative Commons Revista iPecege está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Indexadores e diretórios: