Viabilidade econômico-financeira da cultura do café arábica na região da Alta Mogiana

Thaís Bianchin Goes, Gressa Amanda Chinelato

Resumo


A região da Alta Mogiana, além de ser tradicional na produção de cafés, se destaca no contexto nacional pela produção de grãos com características sensoriais diferenciadas. O capital investido no cultivo do café (Coffea sp.), que é uma cultura perene, pode permanecer imobilizado por um longo período, portanto, é preciso um planejamento racional antes de investir. O objetivo deste trabalho foi realizar uma análise de viabilidade econômico-financeira, a fim de fornecer elementos para dar bases ao processo de decisão de investir na cafeicultura da Alta Mogiana. Neste trabalho foram analisados dois cenários de produtividade para três diferentes valores para comercialização da saca de café e dois períodos de duração dos projetos. A comparação de cenários mostrou que um incremento de 5,6 sacas na produtividade pode ser um fator determinante para uma lavoura cafeeira ser viável ou não. De acordo com os indicadores econômicos obtidos, o investimento na cafeicultura na região é viável ao considerar uma produtividade média de 34,40 sacas por hectare e um valor médio de venda da saca a R$ 486,85 ou uma produtividade de 40 sacas por hectare e preço de comercialização da saca acima de R$ 400,00. 


Palavras-chave


cafeicultura, custos, indicadores, investimento, produtividade

Texto completo:

PDF

Referências


Agrianual. 2016. Anuário da agricultura brasileira. FNP Consultoria e Agroinformativos, São Paulo. 185-190p.

Andrade, F.T.; de Castro Júnior, L.G.; Costa, C.H.G.; Lima, A.L.R.; Albert, L.H.B. 2009. Análise da viabilidade econômico-financeira da cafeicultura: um estudo nas principais regiões produtoras de café do Brasil. In Anais do Congresso Brasileiro de Custos-ABC.

Banco Central do Brasil [BACEN]. 2017. Taxa Selic dados diários. Disponível em: . Acesso em 28 maio 2017.

Banco Central do Brasil [BACEN]. 2017. Inflação acumulada período de 12 meses. Disponível em: . Acesso em 28 maio 2017.

Banco Central do Brasil [BACEN]. 2017. Calculadora. Disponível em: . Acesso em 28 maio 2017.

Brigham, E. F.; Houston, J. F. 1999. Fundamentos da moderna administração financeira. Campus.

Companhia Nacional de Abastecimento [CONAB]. 2017. Acompanhamento da safra: café. Disponível em: . Acesso em 28 maio 2017.

Companhia Nacional de Abastecimento [CONAB]. 2017. Acompanhamento Safra Brasileira de Café, v.3 – Safra 2016, n. 4 – Quarto Levantamento. Disponível em: Acesso em: 20 mar. 2017.

Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada [CEPEA]. 2017. Indicador de café arábica, média mensal, de janeiro de 2006 a abril de 2017.

de Arêdes, A.F.; Pereira, M.W.G. 2008. Análise econômica da produção de café arábica: um estudo de caso com simulações de Monte Carlo para sistemas de baixa e alta produtividade. Informações Econômicas, 38(4): 19-30.

Esperancini, M.S.T.; Paes, A.R. 2005. Análise de investimentos da produção de café nos sistemas irrigado e convencional, na região de Botucatu, Estado de São Paulo. Informações Econômicas, 5(34), 52-60.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento [MAPA]. 2017. Indicação geográfica. Disponível em: < http://www.agricultura.gov.br/desenvolvimento-sustentavel/indicacao-geografica>. Acesso em: 30 mar. 2017.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento [MAPA]. 2017. Cafeicultura Brasileira. Disponível em: . Acesso em 20 abr. 2017.

Matiello, J.B.; Santinato, R.; Garcia, A.W.R.; Almeida, S.R.; Fernandes, D.R. 2015. Cultura de Café no Brasil: manual de recomendações. Futurama, São Paulo. 572- 580p.

Noronha, J.F. 1987. Projetos agropecuários: administração financeira, orçamento e viabilidade econômica. 2 ed. Atlas, São Paulo. 269p.

Oliveira, S.J.D.M.; Veneziano, W. 2001. Aspectos econômicos da produção de café na região central do estado de Rondônia. II Simpósio de pesquisa e cafés do Brasil. Disponível em: .

Organização Internacional do Café [OIC]. 2017. Total production by exprorting countries. Disponível em: < http://www.ico.org/prices/po-production.pdf >. Acesso em: 12 maio 2017.

Organização Internacional do Café [OIC]. 2017. World Coffee Consumption. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2017.




DOI: https://doi.org/10.22167/r.ipecege.2018.4.31

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Thaís Bianchin Goes, Gressa Amanda Chinelato

Rev iPecege, Piracicaba, SP, Brasil. e-ISSN 2359-5078

 Licença Creative Commons Revista iPecege está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Indexadores e diretórios: