Risco da rentabilidade em pisciculturas de tambaqui nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima

  • Dreyfus Lincoln Silveira Feitoza
  • Daniel Yokoyama Sonoda Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas, ESALQ/USP.
  • Lucirene Aguiar de Souza
Palavras-chave: análise de cenários, análise de risco, avaliação econômica, piscicultura

Resumo

A produção da piscicultura brasileira vem crescendo continuamente e a produção de tambaqui na Região Norte contribui com esse crescimento, principalmente nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima. Essas regiões dependem cada vez mais informações técnicas e econômicas sobre a produção do tambaqui para não só aumentar a sua produtividade e rentabilidade, como também mitigar os impactos dos riscos técnicos e econômicos da atividade. O objetivo deste estudo foi calcular e simular os cenários da rentabilidade da produção do tambaqui no sistema de viveiros escavados em propriedades típicas dos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima, visando o mercado consumidor da cidade de Manaus, AM. Os sistemas avaliados nos estados em tela possuem viabilidade técnica e econômica, apresentando para a propriedade típica do Amazonas o valor de investimentos de R$ 66.594,17 ha-1 e o lucro líquido de R$ 0,54 kg-1; para Rondônia o valor de investimento de R$ 49.080,19 ha-1 e lucro líquido de R$ 0,25 kg-1 e para Roraima o valor de investimento de R$ 43.777,18 ha-1 e o lucro líquido de R$ 0,94 kg-1. O estado Amazonas apresentou lucro líquido de 76% e 64% na análise de cenário de preços e técnico, respectivamente. Rondônia apresentou 92% e 64% de chance de lucro líquido nas simulações de preço e técnicas, respectivamente, e Roraima apresentou 100% das combinações propostas com lucro líquido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Yokoyama Sonoda, Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas, ESALQ/USP.
Possui graduação em Engenharia Agronomica pela ESALQ-USP (1999), mestrado em Ciências (Economia Aplicada) pela ESALQ-USP (2002) e doutorado em Ciências (Economia Aplicada) pela ESALQ-USP (2007). Tem experiência na área de Economia de Recursos Pesqueiros e Sucroalcooleiro, com ênfase em Análise de Mercado e de Investimento, atuando principalmente nos seguintes temas: otimização de sistemas de produção, análise de viabilidade econômica de produção. Desde 2007, sócio da Agricampus Consultoria onde tem atuado na gestão de cursos de MBA, Especialização e Workshops em Agronegócios. 

Referências

Affonso, E.G.; Barros, F.P.; Brasil, E.M.; Tavares-Dias, M.; Ono, E.A. 2009. Indicadores fisiológicos de estresse em peixes expostos ao peróxido de hidrogênio (H2O2). In: Tavares-Dias, M. (Org.). Manejo e sanidade de peixes em cultivo. Embrapa Amapá: Macapá. p.346-360.

Albuquerque, U.P.; Lucena, R.F.P.; Alencar, N.L. 2008. Métodos e técnicas para coleta de dados etnobotânicos. In: Albuquerque, U.P.; Lucena, R.F.P.; Cunha, L.V.F.C. da. Métodos e técnicas na pesquisa etnobotânica. Recife: COMUNIGRAF/ NUPEEA. cap.2, p.41-72.

Araújo-Lima, C.; Goulding, M. 1998. Os frutos do tambaqui: ecologia, conservação e cultivo na Amazônia. Tefé, AM: Sociedade Civil de Mamirauá. 186 p.

Barone, R.S.C.; Lorenz, E.K.; Sonoda, D.Y.; Cyrino, J.E.P. 2017. Fish and fishery products trade in brazil, 2005 to 2015: A review of available data and trends. Scientia Agrícola: 74(5): 417-424.

Brasil. 2013. Ministério da Pesca e Aquicultura. Boletim estatístico da pesca e aquicultura. Brasília, DF, 60 p.

Brasil. 2015. Ministério da Pesca e Aquicultura. Plano de Desenvolvimento da Aquicultura Brasileira - 2015/2020, Brasília.

Campos, J.L; Ono, E.A; Istchuk, P.I. 2015. A Cadeia de Produção e o Preço do Tambaqui. Panorama da Aqüicultura, maio, junho 2015.

Castro, A.L.; Souza, N.H.; Barros, L.C.G. 2002. Avaliação do sistema de produção de Tambaqui intensivo em viveiro de terra com aeração. Aracajú: Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2002. 4 p. (Comunicado Técnico, 4). Comunicado técnico 09-MAPA.4 p.

Conselho Estadual do Meio Ambiente do Amazonas [CEMAAM]. 2008. Regularização ambiental de tanques, viveiros, barragens, pequenos reservatórios, canais de igarapés e tanques rede destinados para a Aquicultura do estado do Amazonas. Manaus, Resolução n° 01/08 – de 03 julho de 2008.

Dairiki, J.K.; Silva, T.B.A. 2011. Revisão de literatura: Exigências nutricionais do tambaqui – Compilações de trabalhos, formulação de ração adequada e desafios futuros. Manaus: Embrapa Amazônia Ocidental. Documentos; 91, p. 44. Serie III. Disponível em: <http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/931300>. Acesso em: 12 Jan. 2016.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária [EMBRAPA] Amazônia Ocidental. 2002. Critérios para seleção de local para piscicultura em tanques-rede na Amazônia. MANAUS: Embrapa Amazônia Ocidental. 13p. Embrapa Amazônia Ocidental, Documento 22. ISSN 1517-3135;110.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária [EMBRAPA] Amazônia Ocidental. 2013. Plano estratégico da Embrapa Amazônia Ocidental para Aquicultura. MANAUS: Embrapa Amazônia Ocidental. 93p.: il. Color. – (Documentos/ Embrapa Amazônia Ocidental, ISSN 1517-3135; 110).

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Amazônia Oriental [EMBRAPA]. 2015a. Revista de Agropecuária da Embrapa Amazônia Oriental (AGRO FOCO) - Ano I - nº 2 - ago. 2015.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Amazônia Oriental [EMBRAPA]. 2015b. Informativo Campo Futuro – Ariquemes/RO. Edição 17.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Amazônia Oriental [EMBRAPA]. 2015c. Informativo Campo Futuro – Pimenta Bueno/RO. Edição 18.

Fim, J.D.I.; Guimarães, S.F.; Storfi Filho, A.; Bobote, A.G.; Nobre Filho, G.R. 2009. Manual de criação de matrinxã (Brycon amazonicus) em canais de igarapés. Manaus: INPA. 46p.

Freitas, C.E.C. 2003. Recursos pesqueiros amazônicos: status da exploração pesqueira e perspectivas de desenvolvimento do extrativismo e da piscicultura. In: Melo, A. F. (Org.). O futuro da Amazônia: dilemmas, oportunidades e desafios no Limiar do século XXI. Brasília: Instituto Edivaldo Lodi. Ministério do desenvolvimento, Indústria e Comércio, v.1, p.101 – 130.

Freitas, C.O; Rocha, C.T; Loose, C.E; Leite, E.S; Silva, J de S. 2015. Gestão de custo e viabilidade de implantação de piscicultura no Município de Urupá em Rondônia, Amazônia, Brasil. XXII Congresso Brasileiro de Custos – Foz do Iguaçu, PR, Brasil, 11 a 13 de novembro de 2015.

Gandra, A.L. 2010. O Mercado do Pescado da Região Metropolitana de Manaus. Infopesca. Proyecto Mejoramiento del Acceso a los Mercados de Productos Pesqueros y Acuícolas de la Amazonia, CFC/FAO/INFOPESCA, CFC/FSCFT/28. 91p.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [IBGE]. Produção da aquicultura. Disponível em: <http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/listabl.asp?c=3940&n=0&u=0&z=p&o=27&i=P>. Acesso em: 24 fev 2015.

Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas [IPAAM]. 2007. Relatório técnico sobre a situação atual da Piscicultura do estado do Amazonas. Manaus, AM.

Izel, A.C.U.; Crescêncio, R.; O´Sullivan, F.F.L. de A.; Chagas, E.C.; Boijink, C. de L.; Silva, J.I. 2013. Produção intensiva de tambaqui em tanques escavados com aeração. Manaus: Embrapa Amazônia Ocidental. 4 p.

Izel, A.C.U.; Melo, L.A.S. 2004. Criação de tambaqui (Colossoma macropomum) em tanques escavados no estado do Amazonas. Manaus: EMBRAPA. 20 p. (Documentos, 32).

Loose, C.E.; Sato, S.A. da S.; Aleixo, N.D.; Freitas, C.O.; Souza, D.F. da S. 2014. Custos na criação de tambaqui (Colossoma Macropomum Couvier,1818) nas propriedades participantes do Programa Peixe Forte em Cacoal (RO). In: Congresso Brasileiro De Custos, 21, Natal. Anais XXI CBC... Anais. Natal: CBC, nov. 2014.

Marinho-Pereira, T.; Barreiros, N.R.; Craveiro, J.M.C.; Cavero, B.A.S. 2009. O desempenho econômico na produção de tambaqui comparando dois sistemas de criação na Amazônia ocidental. Revista Ingepro, 1: 78 – 84.

Martin, N.B.; Scorvo Filho, J.D.; Sanches, E.G.; Novato, P.F.C; Ayrosa, L.M.S. 1995. Custo e retornos na piscicultura em São Paulo. Informações Econômicas. 25(1): 9-47.

Matsunaga, M. 1976. Metodologia de custo de produção utilizada pelo IEA. Agricultura em São Paulo, São Paulo, 23(1): 123 – 140.

Núcleo Estadual de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais de Rondônia [NEAPL/RO]. 2007. Núcleo Estadual de Arranjos Produtivos Locais de Rondônia. Arranjo Produtivo Local da Piscicultura de Pimenta Bueno – RO. Porto Velho – RO, 14p.

Oliveira, A.M; Silva, M. de N.P da; Almeida-Val, V.M.F. de; Val, A.L. 2012. Caracterização da Atividade de Piscicultura nas Mesoregiões do Estado do Amazonas, Amazônia Brasileira. Revista Colombiana Cientifica de Animais, 4: 154-162.

Padua, D.M.C.; Aguiar, M.S.; Boijink, C.L. 2008. A Piscicultura no Desenvolvimento do Estado de Goiás. In: Guerra, C.; Tejerina-Garro, F. L.; Pietrafesa, J. P. (Org.). Cerrado, Sociedade e Ambiente: desenvolvimento sustentável em Goiás. Goiânia: Editora da UCG. p. 275-303. 978-85-7103-373-0.

Pantoja, J.L; Santos, S.M dos; Oliveira, A.T; Araújo, R.L; Santos-Júnior, J.A.L dos; Bernardino, G.; Alves, R.R. dos S.; Filho, A.F.; Gomes, A.L.; Aride, P.H.R. 2015. Pesquisa e transferência de tecnologia aliadas para o desenvolvimento da aquicultura no Estado do Amazonas. In: Tavares –Dias, M & Mariano, W.S. (Org). Aquicultura no Brasil: novas perspectivas. São Carlos, editora Pedro & João.

Pereira, S.L.A; Quadros. M; Porto, W.S; Santos, A.N.A. dos. 2013. Características da piscicultura no município de Mucajaí - Roraima. IV Congresso Brasileiro de Aquicultura de Espécies Nativas. 2013.

Riva, F.B; Carvalho, K.M.G de A.S; Oliveira, N.S; Filho, T.A de S.; Rosa, Q. da S. 2010. Disseminação de Conhecimento e Competitividade na Cadeia Produtiva da Piscicultura na Região de Ariquemes. 48º Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural. Campo Grande, MS.

Rolim, P.R. 1995. A infra-estrutura básica para criação de peixes na Amazônia. In: Val, A.L.; Honczaryk, A. (Eds.) Criando peixes na Amazônia. INPA. Manaus/ Amazonas. p. 27-43.

Sales, E.B. 2009. Noções básicas de piscicultura. Porto Velho: EMATER/RO.

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Roraima [SEBRAE-RR]. 2008. Diagnóstico da Cadeia Produtiva da Piscicultura de Boa Vista – Cantá – Amajarí – Mucajaí – Alto Alegre. Boa Vista.

Secretaria de Produção Rural do Amazonas [SEPROR-AM]. 2007. Relatório técnico sobre a situação atual da Piscicultura do estado do Amazonas. MANAUS - AM.

Sonoda, D.Y.; Shirota, R.; Campos, S.K.; Cyrino, J.E.P. 2012. Demand for fisheries products in Brazil. Scientia Agricola, 65(5): 313-319.

Sonoda, D.Y.; Shirota, R.; Scorvo Filho, J.D.; Cyrino, J.E.P. 2015. Desequilíbrio entre a oferta e a demanda brasileira por pescados em 2002/2003 e 2008/2009. Revista iPecege, 1(1): 9-21.

Sonoda, D.Y.; Cyrino, J.E.P; Shirota; R. 2016. Biomassa econômica de produção de tilápias em tanques-redes em propriedade rural no sudeste do Brasil. Revista iPecege, 2(4): 60-72.

Souza, D.F da S. 2014. Custos na criação de Tambaqui (Colossoma Macropomum) nas propriedades participantes do Programa Peixe Forte em Cacoal - RO/ Diogo Francisco da Silva Souza – Cacoal/RO: 29 f. UNIR. Disponível em: < https://anaiscbc.emnuvens.com.br/anais/article/view/3751> Acesso em: 15 ago. 2018

Superintendência da Zona Franca de Manaus [SUFRAMA]. 2003. Relatório elaborado pela Câmara setorial da Agroindústria da Zona Franca de Manaus.

Val, A.L.; Rolim, P.R.; Rabelo, H. 2000. Situação atual da aqüicultura no Norte. Pags. 247-266. Em: Valenti, W.C.; Poli, C.R.; Pereira, J.A.; Borghetti, J.R. (Eds.). Aquicultura no Brasil. Bases para um desenvolvimento sustentável. CNPq/ Ministério da Ciência e Tecnologia, Brasília, Brasil.

Valenti, W.C. 2008. A aqüicultura Brasileira é sustentável? Palestra apresentada durante o IV Seminário Internacional de Aqüicultura, Maricultura e Pesca, Aquafair 2008, Florianópolis, 13-15 de maio de 2008. p. 1-1 Disponível em: <https://www.avesui.com> Acesso em 10 ago. 2018

Publicado
15-01-2019
Como Citar
Feitoza, D., Sonoda, D., & Souza, L. (2019). Risco da rentabilidade em pisciculturas de tambaqui nos estados do Amazonas, Rondônia e Roraima. Revista IPecege, 4(4), 40-53. https://doi.org/10.22167/r.ipecege.2018.4.40
Seção
Artigo Original - Agronegócio