Comparativo de rentabilidade da produção da cana-de-açúcar em sistema de arrendamento e fornecimento em Chavantes/SP

Aline Magalhães Galindo, Marcia Eugenia Amaral Carvalho

Resumo


O presente estudo tem como objetivo comparar a rentabilidade da produção de cana-de-açúcar através dos sistemas de arrendamento e fornecimento próprio, visando auxiliar na tomada de decisão do proprietário da terra quanto a alternativa mais viável diante da atual situação de mercado. O sistema de fornecimento foi divido em duas modalidades: "cana spot" e "cana esteira". Para a análise financeira, foram utilizados dados da safra de 2014/2015 de fornecedores filiados à uma associação, localizada em Chavantes, região centro-oeste de São Paulo. Em seguida foram projetados fluxos de caixa para cada sistema de produção; calculados o valor presente líquido (VPL), a taxa interna de retorno (TIR), o payback simples e realizada a análise de sensibilidade. Os cálculos indicaram a inviabilidade da produção de cana-de-açúcar em todos os casos, pois apresentaram VPL negativo e TIR inferior à taxa mínima de atratividade (TMA). No entanto, após a análise de sensibilidade com valores de remuneração mais altos ao produtor, as opções de fornecimento de "cana spot" e arrendamento exibiram resultados otimistas. Deste modo, conclui-se que a produção de cana-de-açúcar é uma atividade inviável para proprietários de terra com pequenas área em Chavantes/SP. Porém, considerando a análise de sensibilidade, a modalidade de fornecimento próprio de cana "spot" é a alternativa mais atrativa economicamente, pois o VPL e TIR apresentaram valores mais elevados do que aqueles encontrados no arrendamento. No entanto, aquela opção possui elevado risco para o produtor, que fica condicionado à demanda de mercado. 


Palavras-chave


cana esteira, cana spot, custo de oportunidade, sistemas de produção

Texto completo:

PDF

Referências


Alves, F. 2014. O que é e como calcular o Payback? Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Assaf Neto, A. 2003. Finanças corporativas e valor. Atlas, São Paulo, São Paulo, Brasil.

Borda, J.C.; Gomes, C.; Rezende, F. 2014. Setor sucroalcooleiro enfrenta uma das maiores crises da história. Disponível em: . Acesso em: abr. 2015.

BRASIL. 1996. Decreto nº 59.566, de 14 de novembro de 1966. Regulamenta as Seções I, II e III do Capítulo IV do Título III da Lei nº 4.504, de 30 de novembro de 1964, Estatuto da Terra, o Capítulo III da Lei nº 4.947, de 6 de abril de 1966, e dá outras providências. Disponível em:. Acesso em: mar. 2014.

Braunbeck, O.A.; Magalhães, P.S.G. 2006. Colheita da cana de açúcar com auxílio mecânico. Disponível em: . Acesso em: abr. 2015.

Cavalcante, F. 2015. Valor presente líquido [VPL]. Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Companhia Nacional de Abastecimento [CONAB]. 2014. Acompanhamento da safra brasileira cana-de-açúcar - Safra 2014/2015 - terceiro levantamento. CONAB, Brasília, Distrito Federal, Brasil. Disponível em: . Acesso em: abr. 2015.

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil [CNA]. 2007. Orientações para o Setor Canavieiro. Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil [CNA]/ Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas [PECEGE]. 2014. Boletim Ativos Cana de Açúcar. 8ed. Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Conselho dos Produtores de cana-de-açúcar, açúcar e álcool do estado de São Paulo [CONSECANA]. 2006. Manual de Instruções. 5ed. CONSECANA, Piracicaba, São Paulo, Brasil. Disponível em: . Acesso em: abr. 2015.

Food and Agriculture Organization of the United Nations [FAO]. 2016. Disponível em: . Acesso em: abr. 2016.

Faculdade Getúlio Vargas [FGV]. 2014. Programa Viva Terra! Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Gordinho, M.C. 2010. Do álcool ao etanol: trajetória única. Terceiro Nome, São Paulo, São Paulo, Brasil. Disponível em: . Acesso em: abr. 2015

Goulart, A.M.C. 2002. Custo de oportunidade: oculto na contabilidade, nebuloso na mente dos contadores. Revista Contabilidade e Finanças 13: 19- 31.

Instituto de Economia Agrícola [IEA]. 2012. Banco de Dados. Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Instituto de Economia Agrícola [IEA]. 2014. Banco de Dados. Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Lima Filho, R.R; Aguiar, G.A.M; Torres Junior, A.M. 2014. Arrendar ou produzir? AgroAnalysis 29: 26-27.

Machado, F.B.P. 2003. Brasil a doce terra - História do Setor. Disponível em: . Acesso em: mar. 2015.

Novacana. 2013. A produção de cana de açúcar no Brasil (e no mundo). Disponível em: . Acesso em: dez 2014.

Paraizo, D. 2013. Aspectos do Plantio da Cana de açúcar. Disponível em: . Acesso em: maio 2015.

Scot Consultoria. 2014. Rentabilidades médias dos principais investimentos em 2012 e 2013. Disponível em: . Acesso em: dez. 2014.

Snyman, S.J.; Meyer, G.M.; Koch, A.C.; Banasiak, M.; Watt, M.P. 2011. Applications of in vitro culture systems for commercial sugarcane production and improvement. In vitro Cellular & Developmental Biology - Plant 47: 234-249.

União da Indústria de Cana de Açúcar [UNICA]. 2014. Setor Sucroenergético - Balanço da Safra 14/15. Disponível em: . Acesso em: jan. 2015.

Waclawovsky, A.J., Sato, P.M., Lembke, C.G., Moore, P.H., Souza, G.M. 2010. Sugarcane for bioenergy production: an assessment of yield and regulation of sucrose content. Plant Biotechnology Journal 8: 263-276.

Zago, A.P.P.; Pinto, K.C.R. 2005. Custo de oportunidade: polêmicas e provocações. IX Congresso Internacional de Custos. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Disponível em: . Acesso em: ago. 2015.




DOI: https://doi.org/10.22167/r.ipecege.2016.3.7

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Aline Magalhães Galindo, Marcia Eugenia Amaral Carvalho

Rev iPecege, Piracicaba, SP, Brasil. e-ISSN 2359-5078

 Licença Creative Commons Revista iPecege está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Indexadores e diretórios: